Tapeçaria Tomie Ohtake

Sobre sua tapeçaria em quatro cores, com área total aproximada de 800 m², localizada no Auditório Simón Bolívar, Tomie Ohtake declarou:

Pedir-me para escrever um depoimento sobre o painel que fiz para o Memorial é dizer um pouco sobre o óbvio, já que a sua proposta é extremamente simples e creio que o espectador a percebe com facilidade.

Quando Oscar Niemeyer convidou-me para fazer este painél ocupando toda a parede lateral interior do auditório do Memorial da América Latina, percebi que era um enorme desafio, porque havia as duas curvas que trocaram a tradicional base retangular por uma belíssima forma que eu não quis destruir, mas valorizá-la e, ao mesmo tempo, ter um trabalho meu que dissesse alguma coisa. O resultado a que cheguei procurou também manter a unidade platéia-palco-platéia.

O grande mural é um desenho com muitas linhas que se compõem numa grande forma, atravessando como num só gesto, todo o comprimento do auditório (…) Ver depois de pronto um painel com aquelas dimensões, feito em tapeçaria a partir de um desenho gestual, é uma grande emoção!

Depoimento publicado no livro Integração das Artes, editado pelo Memorial da América Latina, em 1990, na pág..85