Salão de Atos Tiradentes

Salão de Atos Tiradentes por Fábio Pagan

Sede de solenidades e recepções oficiais ligadas às questões do subcontinente latino-americano, o Salão de Atos Tiradentes é o coração do Memorial. A Inconfidência Mineira, capítulo emblemático da História do
Brasil Colônia faz do Salão de Atos um dos pontos mais visitados do Memorial, especialmente por grupos de estudantes das escolas públicas de São Paulo.

Nessa “catedral profana” de 378 m, inundada pela luz tênue que entra por paredes envidraçadas e preenche o ambiente de 30 metros de altura, eles se reúnem aos pés do imponente Painel Tiradentes. Ali, aprendem detalhes da obra: trata-se de uma pintura a têmpera (tinta artesanal) composta por três telas justapostas, com dimensão total de 17,70 x 3,09m.  A obra, adquirida pelo Governo do Estado em 1975, permaneceu no Salão Nobre do Palácio dos Bandeirantes até 1989, quando foi transferida para o Memorial.

Como numa gigantesca história em quadrinhos, o mural é a representação dos principais episódios e protagonistas da Inconfidência Mineira, especialmente da figura do suplício e da exaltação de Tiradentes. Na imensidão do espaço, a obra de Portinari dialoga com outros seis monumentais painéis em baixo-relevo e concreto aparente pelos artistas plásticos Carybé e Poty, cada um medindo 4 x 15 m.

Eles narram artisticamente a saga dos povos que formaram a América Latina – europeus, africanos e indígenas. O Salão de Atos também é palco de eventos e exposições que reforçam o espírito de integração dos países da América Latina.

Em 2012, outra grandiosa obra de Portinari, os murais Guerra e Paz precisavam de um lugar à altura (literalmente) para serem mostrados pela primeira vez no Brasil depois de meio século expostos no saguão principal da ONU, em Nova York. Foi a exposição mais visitada no Brasil: mais de 250 mil pessoas passaram pelo Salão de Atos entre os dias 7 de fevereiro e 20 de maio daquele ano para ver os estonteantes murais de 14m de altura por 10m de largura.

Entrada gratuita de terça a domingo, das 9h às 18h