Música – Brasil

Alguns destaques:

• Ary (Evangelista) Barroso

Ano de Nascimento: 1903

Ano de Falecimento: 1964

Principais Obras: Na Baixa do Sapateiro, Aquarela do Brasil

Biografia: Órfão de pai e mãe, passou a ser criado pela tia e pela avó. A partir de seus dez anos de idade, ele era submetido pela tia a três obrigatórias horas diárias sentadas à frente do piano; Aos 12 anos, em 1915, já trabalhava no cinema de Ubá. Já na fase adulta, pianista, cunhou um estilo próprio que teve eco em figuras do peso de seu amigo Tom Jobim. Foi compositor de trilhas, autor de revistas teatrais, radialista, vereador; e como vereador foi um dos principais responsáveis pela construção do estádio Maracanã. Morreu no mesmo dia em que a Império Serrano entrava com um enredo de sua autoria para homenageá-lo.

Site oficial: http://www.arybarroso.com.br/

Fontes de consulta:

http://www.arybarroso.com.br

http://www.samba-choro.com.br/artistas/arybarroso

• Caetano (Emanuel Vianna Telles) Veloso

Ano de Nascimento: 1942

Principais Obras: Velo, É Proibido Proibir, Sozinho

Biografia: Nasceu no interior da Bahia e começou a cantar e tocar violão.Se interessa por bossa nova e principalmente João Gilberto. Em 1965 lançado seu primeiro compacto. Em 1965 encabeça o movimento tropicalista e lança “Tropicália ou Panis et Circensis” ao lado de Gil, Gal, Tom Zé, Torquato Neto, Rogério Duprat, Capinam, Nara Leão. Em 1976 Caetano, Gal, Gil e Bethânia se juntam novamente e formam o grupo Doces Bárbaros, gravam um LP sai em turnê. Nos anos 80, cresce a popularidade de Caetano Veloso fora do Brasil. Em 2004, ele foi considerado um dos mais respeitados e produtivos pop-stars latino-americanos no mundo, com mais de cinqüenta discos disponíveis, incluindo canções em trilhas sonoras de filmes como “Hable con Ella” (Fale com Ela), de Pedro Almodóvar, e “Frida”.

Site oficial: http://www.caetanoveloso.com.br/

Fontes de consulta:

http://www.caetanoveloso.com.br/

http://cliquemusic.uol.com.br/artistas/caetano-veloso.asp

• Cartola (Angenor de Oliveira)

Ano de Nascimento: 1908

Ano de Falecimento: 1980

Principais Obras: O Mundo É um Moinho, As rosas não falam, O sol nascera

Biografia: Cartola nasceu no Rio, quando criança se mudou para a favela da Mangueira fez amizade com Carlos Cachaça e outros bambas. Arranjou emprego de servente de obra, e usava um chapéu para se proteger do cimento dai o apelido Cartola. Com seus amigos do morro criou o Bloco dos Arengueiros, cujo núcleo em 1928 fundou a Estação Primeira de Mangueira, a verde-rosa. E nos anos 30 teve o auge de sua carreira tendo a maioria de seus sambas gravados por artistas consagrados, caindo no anonimato nos anos 40 e retomando a carreira em 1974, com músicas que se tornariam clássicos.

Site oficial: http://www.cartola.org.br/cartola.html

Fontes de consulta:

http://www.cartola.org.br/

http://cliquemusic.uol.com.br/artistas/cartola.asp

• Chico Buarque (Francisco Buarque de Holanda)

Ano de nascimento: 1944

Principais Obras: Construção, Saltimbancos, Ópera do Malandro

Biografia: Ainda no colégio se apresentou pela primeira vez com uma música de sua própria autoria Canção dos olhos. Em 1964 inscreveu-se no festival promovido pela TV Excelsior com “Sonho de um Carnaval”. Sua primeira gravação, de 1965, foi o compacto “Olé Olá”. A consagração, no entanto, viria com o festival de MPB da TV Record. Chico concorreu com a marcha “A Banda”, que foi interpretada por Nara Leão e venceu o festival. Em 1968 se exila e em 1970 volta para o Brasil e escreve Construção. Em 1975 lança o álbum Os Saltimbancos e três anos depois escreve e compõe a Opera do Malandro. A partir de 1992 dedicar à literatura.

Site oficial: http://www.chicobuarque.com.br/

Fontes de consulta:

http://educacao.uol.com.br/biografias/ult1789u268.jhtm

http://www.chicobuarque.com.br/

• Elis Regina (Carvalho Costa)

Ano de Nascimento: 1945

Ano de Falecimento: 1982

Principais Obras: Águas de Março, Madalena, Como nossos pais

Biografia: Começou sua carreira aos 11 anos de idade em um programa de radio; Clube do Guri no Rio Grande do Sul. Em 1959 foi contratada pela Rádio Gaúcha e em 1961, viajou ao Rio de Janeiro, onde gravou seu primeiro disco, Viva a Brotolândia. Em 1964 parte para o eixo Rio-SP, e, em 1965, vence o Primeiro Festival da MPB, promovido pela Excelsior, lançando-se nacionalmente. No mesmo ano, assume ao lado de Jair Rodrigues, o comando do programa O Fino da Bossa. Em 1968, uma viagem à Europa a lança no eixo musical internacional. Faleceu aos 36 anos de idade, devido a uma overdose de cocaína e bebida alcoólica.

Site oficial: não tem.

Fonte de consulta:

http://www.lastfm.pt/music/Elis+Regina/+wiki

• Gilberto Gil

Ano de Nascimento: 1942

Principais Obras: Cálice, Aquele Abraço, Toda Menina Baiana

Biografia: Em 1963 conheceu Caetano Veloso, Gal Costa, Maria Bethânia e Tom Zé, com quem se apresentou em público pela primeira vez com o show “Nós, por Exemplo”, no Teatro Vila Velha (1964). Influenciado pelos Beatles e pelos filmes de Glauber Rocha, iniciou o movimento tropicália. Ao lado de Caetano, Gal, Rogério Duprat, Torquato Neto e os Mutantes lançou o disco “Tropicália ou Panis et Circensis” (1968). Depois de passar dois meses na prisão, gravou “Aquele Abraço” e partiu para Londres (1969), onde lançou o disco “O Sonho Acabou”. Regressou ao Brasil em 1972. Foi premiado com o Grammy na categoria de World Music em 1999, com o disco “Quanta Gente Veio Ver”.

Site oficial: http://www.gilbertogil.com.br/

Fontes de consulta:

http://www.gilbertogil.com.br/

http://www.netsaber.com.br/biografias/ver_biografia_c_411.html

• Heitor Villa-Lobos

Ano de nascimento: 1883

Ano de falecimento: 1959

Principais obras: A Prole do Bebê, Bachianas Brasileiras

Biografia: Aprendeu a tocar violoncelo aos seis anos de idade com o pai, músico amador. Foi também nessa época que conheceu a obra de Bach. Em 1905, começou a percorrer o Brasil familiarizando-se com a temática da música popular – cantigas de viola, reisados, frevos. Durante anos recolheu e anotou mais de 1.000 temas folclóricos. Dez anos depois, fez sua estréia como compositor. Em 1922, participou da Semana de Arte Moderna de São Paulo. De volta ao Brasil em 1930 com a missão de introduzir o ensino de música e canto coral nas escolas públicas. Faleceu no Rio de Janeiro, em 1959, deixando cerca de 1.500 peças, nos mais diversos gêneros e para as mais diversas formações instrumentais e vocais.

Site oficial:

http://www.museuvillalobos.org.br/villalob/biografi/index.htm

Fontes de consulta:

http://www.cpdoc.fgv.br/nav_historia/htm/biografias/ev_bio_heitorvillalobos.htm

http://members.fortunecity.com/bvmusica/bivlobos.htm

• João Gilberto (do Prado Pereira de Oliveira)

Ano de nascimento: 1934

Principais Obras: Chega de Saudade, Aos Pés da Cruz e Samba de uma Nota Só

Biografia: Nascido em Juazeiro (BA), João ganhou um violão aos 14 anos de idade, e nunca mais largou. Nos anos 40, ouvia música na loja de discos, desde Duke Ellington até Anjos do Inferno. Aos 18 anos foi para Salvador tentar a sorte como cantor de rádio e crooner. Logo depois seguiu para o RJ, onde atuou no conjunto Garotos da Lua. A carreira no grupo durou menos de um ano. Em 1958 gravou, pela Odeon, dois compactos que lançaram seu estilo e inauguraram o movimento bossa nova. As características que mais o notabilizaram foram a maneira de cantar baixinho, saindo radicalmente da tradição dos grandes cantores do rádio.

Fontes de consulta:

http://cliquemusic.uol.com.br/artistas/joao-gilberto.asp

http://www.mpbnet.com.br/musicos/joao.gilberto/index.html

• José Miguel (Soares) Wisnik

Ano de nascimento: 1948

Principais Obras: Primavera, Parabelo, Pérolas aos poucos

Biografia: Antes de optar pela faculdade de letras, estudou piano clássico, chegando a apresentar-se como solista da Sinfônica Municipal de São Paulo aos 17 anos.  Além de seus discos, livros e ensaios, Wisnik também fez música para cinema -Terra Estrangeira, de Walter Salles e Daniela Thomas, Janela da Alma, de João Jardim e Walter Carvalho – para dança – Grupo Corpo, “Nazareth” (1993) e “Parabelo” (em parceria com Tom Zé, 1997) – e para teatro, em colaboração com o Teatro Oficina.

Fonte de consulta: http://www.gryphus.com.br/autor_wisnik.html

• Osvaldo Lenine Macedo Pimentel

Ano de Nascimento: 1959

Principais Obras: Paciência, Hoje eu quero sair só, Dois Olhos Negros

Biografia: Ouvia rock até os 17 anos, quando teve acesso ao disco “Clube da Esquina” de Milton Nascimento. Aos 18 anos mudou-se para o Rio de Janeiro e participou do festival MPB 81, da TV Globo, com sua música “Prova de Fogo”. Em 1982 lançou o primeiro LP, “Baque Solto”, em parceria com Lula Quiroga. Em 1997 saiu pela BMG seu primeiro disco solo, “O Dia em que Faremos Contato”, Em 2001 assinou a direção musical do filme “Caramuru – A invenção do Brasil”, de Guel Arraes, e da trilha sonora da peça “Cambaio”, de Chico Buarque e Edu Lobo. Em 2002 lança simultaneamente em 10 países “Falange canibal”.

Site oficial:http://www.lenine.com.br/

Fontes de consulta:

http://www.lenine.com.br/

http://cliquemusic.uol.com.br/artistas/lenine.asp

 Marisa (de Azevedo) Monte

Ano de nascimento: 1967

Principais Obras: Bem que se quis, Segue Seco, A Sua

Biografia: Estudou piano na infância, aos nove anos ganhou de aniversario uma bateria, e aprendeu violão. Na adolescência, estudou canto lírico e participou de uma montagem do musical Rocky Horror Show, encenada por alunos de teatro do Colégio Andrews, com direção de Miguel Falabella. Em 1988 lançou seu primeiro disco, MM ao vivo, pela EMI. O segundo, Mais (1991), marcou sua estréia como compositora e foi bem recebido nos EUA, Japão, Europa e América Latina, impulsionando sua carreira internacional. O disco Verde, anil, amarelo, azul, cor-de-rosa e carvão, lançado em 1994, teve a participação de Gilberto Gil, Paulinho da Viola, Carlinhos Brown, Nando Reis (Titãs), Laurie Anderson e Naná Vasconcelos. Em 1996 lançou Barulhinho bom.

Site oficial:

http://www2.uol.com.br/marisamonte/novosite/novositeport.htm

Fonte de consulta:

http://www2.uol.com.br/marisamonte/site/abertura.htm

• Milton Nascimento

Ano de Nascimento: 1942

Principais Obras: Canção da América, Maria Maria , Trem Azul

Biografia: Trajetória que conta hoje com 29 discos, e parcerias com músicos como Wayne Shorter, Pat Metheny, Peter Gabriel, Gal Costa, Carlinhos Brown, Gilberto Gil e Elis Regina. Adolescente, trabalhou como disk-jockey, locutor e diretor na Rádio Três Pontas, formou o conjunto Luar de Prata. Em 1966 em São Paulo conheceu Elis Regina, que gravou sua primeira música, Canção do Sal. Em 1967, foi a vez do Festival da Canção, quando ganhou o prêmio de melhor intérprete por Travessia (parceria com Fernando Brant). Em seguida, excursionou pelos Estados Unidos, onde gravou Courage (1968). Conquistou o Oscar da música popular norte-americana, o Grammy, em 1998, com o álbum Nascimento (1997).

Site oficial: http://www.miltonnascimento.com

Fonte de consulta:

http://www.miltonnascimento.com

http://www.netsaber.com.br/biografias/ver_biografia_c_765.html

• Noel (de Medeiros) Rosa

Ano de Nascimento: 1910

Ano de Falecimento: 1937

Principais Obras: Com que roupa, Palpite Infeliz, Três apitos, Pra esquecer

Biografia: 1910, no Rio de Janeiro, RJ, em parto difícil – para não perderem mãe e filho, os médicos usaram o fórceps para ajudar, o que acabou causando-lhe a lesão no queixo, que o acompanhou por toda a vida. Noel aprendeu a tocar bandolim com sua mãe, mas foi o instrumento de seu pai que o cativou; o violão. Tentou cursar a faculdade de medicina, mas o samba lhe chamava. Criou uma rixa com o também compositor Wilson Batista criando sambas de respostas. Muito boêmio aos 26 anos de idade devido a vários hábitos ruins sofreu de tuberculose e acabou morrendo.

Site oficial: não tem.

Fontes de consulta:

http://www.mpbnet.com.br/musicos/noel.rosa/

http://www.samba-choro.com.br/artistas/noelrosa

• Pixinguinha (Alfredo da Rocha Viana Filho)

Ano de Nascimento: 1897

Ano de Falecimento: 1973

Principais Obras: Carinhoso, Rosa e Sofre Porque Quer.

Biografia: Flautista, maestro, arranjador e intérprete. O apelido de Pixinguinha veio da junção de dois outros apelidos: Pizindim (pequeno bom) e bixiguinha (por ter tido a doença).  Com uma família grande composta de músicos, aos 12 anos fez a sua primeira obra, o choro Lata de Leite. Aos treze, passou a estudar o bombadino e a flauta. Aos 17 grava as suas primeiras composições: Rosa e Sofre Porque Quer. Em 1922, vai para o exterior com o grupo Os Oito Batutas e estende para seis meses sua turnê, marcada para durar somente um mês. Conhece a fama internacional.

Site oficial:http://www.pixinguinha.com.br/

Fontes de consulta:

http://www.mpbnet.com.br/musicos/pixinguinha

http://www.pixinguinha.com.br

• Tom Jobim (Antônio Carlos Brasileiro de Almeida Jobim)

Ano de Nascimento: 1927

Ano de Falecimento: 1994

Principais Obras: Garota de Ipanema,  Águas de Março, Chega de Saudade

Biografia: Pianista, compositor, cantor, arranjador, violonista, nasceu no Rio de Janeiro, pensou em trabalhar como arquiteto, mas logo desistiu e resolveu ser pianista. Tocava em bares e inferninhos em Copacabana no início dos anos 50, até que em 1952 foi contratado como arranjador pela gravadora Continental. Por essa época começou a escrever suas primeiras composições. Em 1956 musicou a peça “Orfeu da Conceição” com Vinicius de Moraes, que se tornou um de seus parceiros mais constantes. Em 1962 foi para Nova York e marcou parcerias com Frank Sinatra, e depois com Chico Buarque e Elis Regina. Em 1994 morre aos 67 anos em um hospital em Nova York.

Site oficial:http://www2.uol.com.br/tomjobim/index_flash.htm

Fontes de consulta:

http://www.jobim.com.br/cgi-bin/clubedotom/cronologia.cgi

http://cliquemusic.uol.com.br/artistas/tom-jobim.asp

http://www2.uol.com.br/tomjobim/biografia.htm

• Zeca Baleiro (José Ribamar Coelho Santos)

Ano de Nascimento: 1966

Principais Obras: Lenha, Bandeira, Heavy Metal Do Senhor

Biografia: Com 5 discos de ouro (“Por Onde andará Stephen Fry?”, “Vô Imbolá”, “Líricas”, “Perfil” , “Raimundo Fagner e Zeca Baleiro”), 3 prêmios “Sharp” em 98 (categoria pop-rock: melhor música, melhor disco e revelação), duas indicações para o Grammy Latino (“Melhor Álbum Pop”/2000, “Melhor Álbum Pop Contemporâneo”/2003), e “Melhor Cantor” pela APCA (98 e 2003) O primeiro cd, “Por Onde Andará Stephen Fry?”, lançado em 97, ganhou impulso após a participação de Zeca no Acústico MTV da cantora Gal Costa. Com apresentações anuais na Europa, Zeca já mostrou seu trabalho em Cannes (MIDEM-99), no Festival de Montreux (99), Cartagena (Espanha), Tübingen (Alemanha), Bélgica, Cabo Verde, além de temporadas anuais em Portugal.

Site oficial: http://www2.uol.com.br/zecabaleiro/

Fonte de consulta:

http://www.mpbnet.com.br/musicos/zeca.baleiro/index.html

Pesquisa/texto: Maurício Soares Rahal, Jacqueline Santiago

Coordenação da BV@L e temáticas: Marcia Rosetto

Referências bibliográficas: Enciclopédia contemporânea da América Latina e do Caribe. São Paulo: Boitempo Editorial, 2006; Logan, Jack. Music of Latin América.

Disponível em: http://trumpet.sdsu.edu/M151/Music_of_Latin_America1.html

Acesso em: 12/11/2008.

Outras informações sobre o tema podem ser pesquisadas no website da Biblioteca Virtual da América Latina – BV@L   www.bvmemorial.fapesp.br