Núcleo de Convergência Psicossocial organiza conferência

0

O Núcleo de Convergência Psicossocial (NCP) está planejando realizar, no fim deste ano, a Conferência Internacional América Latina: Desafios Globais, Respostas Locais – Resgatando Processos Exemplares. O encontro, em local a ser definido, terá a participação de convidados de diferentes países latino-americanos e conta com o apoio do Centro Brasileiro de Estudos da América Latina (CBEAL), desde Memorial. Algumas das atividades, durante três dias, em novembro de 2019, devem ocorrer na biblioteca do Memorial, no âmbito da Cátedra Unesco Memorial da América Latina.

O NCP é uma plataforma digital em formação que articula pesquisadores e agentes sociais – públicos ou não e de diversas áreas e origens – que, de alguma forma, se debruçam sobre o tema da opressão do Estado sobre o cidadão. O acesso a ele é através deste link no site do Memorial. O NCP é coordenado pelo médico chileno Horácio Riquelme, radicado na Alemanha, país no qual desenvolveu uma carreira como professor nas Universidades de Berlim e Hamburgo, entre outras.

Encontra-se on line no NCP, e disponível para download, um banco de dados com artigos e livros em pdf que tratam de  assuntos como “Ética médica en tiempos de crisis”, “Médicos protagonistas – entrevistas narrativas”, “Asedios a la memoria. La experiencia de psicólogos bajo las dictaduras militares en América del Sur” e até sobre a medicina nacional socialista.

Segundo o professor Riquelme, “o período atual de frustação cidadã em muitos países, imersos em um ambiente político de corrupção, desgoverno e liberalismo selvagem se reflete na desconfiança e apatia da população”.

Mas esse fenômeno originou, como reação, um “modelo de gestão alternativa no subcontinente, criado e desenvolvido por “pessoas e com as pessoas” (por la gente y com la gente)”. “São processos e atores sociais e culturais que trazem em si um gérmen promissor que devem ser vistos e apreciados em sua dimensão de exemplaridade”, conclui o doutor Riquelme.

O Núcleo de Convergência Social, além de preservar a memória de movimentos de resistência à opressão do Estado, seja no campo da saúde mental, seja na cultura e arte, se volta também para os momentos de sínteses atuais, nos quais problemas específicos são enfrentados pela base social com criatividade.

Núcleo de Convergência Psicossocial

Publicado em 8/2/2019

Compartilhar.

Comentários encerrados.