Memorial mostra em fotos a saga dos imigrantes venezuelanos

0

Não são apenas venezuelanos pobres os imigrantes que buscam abrigo nos países vizinhos da América Latina. A crise afeta todas as classes culturais e socioeconômicas da população, como revelam as imagens da exposição La Jornada – A resiliência do povo venezuelano em busca de abrigo no Brasil. A mostra será aberta ao público dia 9 de dezembro na Biblioteca Latino-Americana, com entrada gratuita de segunda-feira a domingo, das 9h às 18h.

O trabalho do fotógrafo e diretor de arte Chico Max tem como cenário as cidades de Boa Vista e Pacaraima, em Roraima, porta de entrada dos venezuelanos no Brasil. Durante uma semana, em setembro passado, o artista produziu as fotos que mostram venezuelanos de diferentes níveis de escolaridade e de situações econômicas e culturais diversas. No ensaio, em que teve o apoio de alunos e professores de Jornalismo da Universidade Federal de Roraima, Max procurou fugir da pauta comum da Mídia, que, segundo ele, “mostra os imigrantes pela perspectiva da sua vulnerabilidade ou como um problema para os brasileiros”.

Por isso, optou por capturar imagens que registram a beleza das pessoas, suas histórias, a formação acadêmica, os esforços que fazem para se inserir no novo cotidiano, e o grande potencial de riqueza cultural que representam para quem os recebe.

La Jornada não é o primeiro trabalho de Chico Max com essa temática. Em 2015, na exposição itinerante “Somos todos imigrantes”, ele retratou o cotidiano dos refugiados na Missão Paz, que naquele ano também abrigava os haitianos fugitivos do terremoto em seu país.

Na mostra do Memorial, o artista  tem o apoio da parceria entre UNICAMP, Missão Paz, ACNUR, Fundo de População das Nações Unidas, Universidade Federal de Roraima, Ministério Público do Trabalho, Fapesp e CNPq.

Sobre o artista
Chico Max construiu sua carreira, iniciada em 1986, com trabalhos para as revistas Playboy, Galileu, Show Bizz, Casa Claudia, Gula e Viver Bem. No seu portfólio destacam-se ensaios para Nestlé, Smart Fit, Volkswagen, Roche, Adidas, Fundação Banco do Brasil e outras.

Serviço
La Jornada – A resiliência do povo venezuelano em busca de abrigo no Brasil.
De 9 a 20 de dezembro de 2018
Biblioteca Latino-Americana (portões 2 e 5)
Visitação: segunda a domingo, das 9h às 18h
Entrada Gratuita

Compartilhar.

Comentários encerrados.