1ª Mostra Mulheres e Cinema traz 11 filmes dirigidos por mulheres e debate o papel da mulher no cinema

0

Divulgacao Mostra PNG

Evento acontece no Memorial da América Latina, de 2 a 5 de agosto

De 2 a 5 de agosto acontece, no Memorial da América Latina, a 1ª Mostra Mulheres e Cinema. A proposta do evento é dar destaque para filmes realizados por mulheres e que debatam algum tema relacionado a elas. A abertura será na terça-feira (2), no auditório da Biblioteca Latino-americana, e contará com exibição do longa-metragem “De menor”, de Caru Alves de Souza.

Na sequência, será iniciada uma mesa de debate com o tema “O protagonismo da mulher na produção audiovisual”. O encontro terá as participações de:

. Caru Alves de Souza : diretora, produtora e roteirista paulistana. Assina a produção executiva de todos os projetos realizados pela sua sócia Tata Amaral através da Tangerina Entretenimento. Dirigiu documentários para a TV Cultura e curtas metragens. Em 2013 estreou na direção de longa-metragem com “De menor”.

. Profª Draª Marilia Franco : lecionou por quarenta anos na Escola de Cinema da ECAUSP, onde ocupou cargos de direção. Criou e dirigiu a TV USP – CNUSP. Dirigiu o corpo docente da Escuela Internacional de Cine y Televisión de San Antonio de los Baños, em Cuba. Atualmente é a diretora do CBEAL (Centro Brasileiro de Estudos da América Latina) do Memorial da América Latina.

. Eliane Caffé : cineasta. Diretora dos longas “Kenoma” (eleito melhor filme no Biarritz International Film Festival / França) e “Narradores de Javé” (vencedor de melhor filme em festivais em Bruxelas, Canadá e Uruguai). Seu terceiro longa-metragem, “O Sol do Meio Dia”, (2010) ganhou o prêmio de melhor filme pela crítica na 33ª Mostra Internacional de São Paulo.

. Coletivo Vermelha: coletivo de diretoras e roteiristas criado em São Paulo, em 2014, cujo objetivo é compreender qual o espaço ocupado pelas mulheres no meio audiovisual, tanto nos seus processos de produção e funções, como nas formas em que as mulheres são representadas.

. Mediação: Tarsila Nakamura, cineasta, diretora do Projeto Atadas sobre violência doméstica contra a mulher e empoderamento feminino. Curadora da 1ª Mostra Mulheres e Cinema.

Do dia 3 ao dia 5, as noites no Memorial serão tomadas por filmes realizados por mulheres. Debates que vão além do tema da produção cinematográfica, passando por questões como a violência contra a mulher, o empoderamento de crianças, desigualdade de gênero e o protagonismo da mulher negra no audiovisual, também farão parte da programação. Após as exibições, haverá bate papo com as realizadoras dos filmes e algumas convidadas.

Programação e convidadas

Dia 03/08 (quarta-feira) – 19h

Estigmas e Libertação: discutindo a violência contra a mulher e sua representação

Exibições: “Atadas”, de Tarsila Nakamura / “Quem matou Eloá?”, de Livia Perez / “Viver de mim”, de Juily Manghirmalani

Convidadas: Marina Ganzarolli (advogada, mestra em Sociologia Jurídica (FDUSP) e cofundadora da DeFEMde Rede Feminista de Juristas) / Camila Caringe (jornalista e editora do site Versa Maria sobre violência doméstica) / Mônica Duarte Bulgari (cientista social e jornalista. Pesquisadora da área de Gênero, atualmente com o projeto de pesquisa sobre as tirinhas da cartunista Laerte Coutinho)
Mediação: Mônica Duarte Bulgari (cientista social e jornalista. Pesquisadora da área de Gênero, atualmente com o projeto de pesquisa sobre as tirinhas da cartunista Laerte Coutinho).

Dia 04/08 (quinta-feira)  – 19h

Pra lá das formas prontas: o empoderamento de crianças, gêneros e feminismos

Exibições: “A festa da Joana”, de Vera Vasques e Kelly Cristina Spinelli / “Parece comigo”, de Kelly Cristina Spinelli / “Fábula de vó Ita”, de Thallita Oshiro / “Corpo Manifesto”, de Carol Araújo

Convidadas: Helena Bertho (jornalista e editora da revista eletrônica AzMina) / Gabriela Romeu (jornalista especializada em produção cultural para a infância, documentarista e escritora) 

Dia 05/08 (sexta-feira) – 19h

Empoderamento e Raça: o protagonismo da mulher negra na produção audiovisual

Exibições: “O dia de Jerusa”, de Viviane Ferreira / “Empoderadas: Episódio “Criola”, Carol Rodrigues representando o projeto Empoderadas / “À meia vista”, de Priscila Oliveira

Convidadas: Jéssica Moreira (representando o coletivo Nós, mulheres da periferia) / Fernanda Lomba (produtora executiva na Encouraçado Filmes. Já atuou em produções de teatro e eventos culturais diversos, e está produzindo o longa-metragem documental “Foice a Face – representatividade negra nas Artes”).

Resistir com Arte

A 1ª Mostra Mulheres e Cinema faz parte do ciclo de eventos chamado “Resistir com Arte”. O projeto é fruto de uma parceria entre o Memorial da América Latina, a USP, o Centro Interdisciplinar de Gênero da Unifesp (CIG) e o Projeto Atadas e propõe um debate envolvendo arte, mulheres e política. Os eventos são sempre dinâmicos: após uma “provocação” artística, segue-se um debate com artistas, pesquisadoras e militantes a respeito do tema da vez.

O primeiro encontro, realizado em março deste ano, teve a exibição do curta-metragem “Atadas”, seguida de debate sobre violência doméstica contra a mulher. Participaram a realizadora do curta; a professora de Teoria Política da UNIFESP, Ingrid Cyfer; a coordenadora do Núcleo de Assistência à Vítima de Violência Sexual da USP, Ivete Boulos; e a psicanalista Inara Marin. A segunda edição teve como tema “Mulheres e Fotografia” e contou com a presença das fotógrafas Maureen Bisilliat e Vânia Toledo, dos coletivos “Nós, mulheres da periferia” e “Feminicidade”, e do pesquisador de gênero e periferia Jonas Medeiros, da Unicamp.

Serviço
1ª Mostra Mulheres e Cinema
Data: de 2 a 5 de agosto
Horário: sempre às 19h
Local : Auditório da Biblioteca Latino-americana do Memorial da América Latina
Entrada gratuita
Haverá emissão de certificado de participação

Compartilhar.

Comentários encerrados.