Pintor espanhol apresenta seu expressionismo. Sábado.

jan 30, 2014 Sem comentários

A Fundação Memorial da América Latina inaugura neste sábado, 8 de fevereiro, a Mostra Ciria WINDOWS, na Galeria Marta Traba. Trata-se de um recorte da obra do pintor inglês filho de pais espanhóis José Manuel Ciria, radicado desde 2005 em Nova York. As “janelas” escolhidas pelo curador espanhol Gabriel Serrano privilegiam uma face mais figurativa do trabalho de Ciria, embora imersa no abstracionismo expressionista que o caracteriza. Pinturas de grande formato convivem no espaço expositivo com pequenas, mas pungentes, colagens fotográficas.

A exposição não só inaugura o calendário deste ano da Galeria Marta Traba, como também abre as comemorações dos 25 anos do Memorial, que serão completados em março. Para o Memorial, essa mostra é muito bem vinda, especialmente agora que ele já iniciou o processo de recuperação do Auditório Simón Bolívar, incendiado em novembro do ano passado.

– A vinda desse projeto artístico nos enche de alegria. Mostra que o prestígio do Memorial junto aos seus parceiros europeus continua inabalado e que eles confiam em nossa competência na produção de mostras desse porte – diz o presidente João Batista de Andrade.

A Mostra Ciria WINDONS é uma parceria da Fundação Memorial da América Latina com o Instituto Valenciano de Arte Moderna (IVAM), da Espanha. O patrocínio é da espanhola Telefonica. O Memorial e o IVAM já organizaram várias exposições conjuntamente, entre elas, as dos artistas contemporâneos Julio Quaresma, John Davies, José Sanleón e a coletiva “Identidades Femininas”. Na abertura deste sábado, estarão presentes o artista, José Manuel Ciria, e o curador Gabriel Serrano.

Nascido em Manchester, de pais espanhóis, Ciria viveu na Inglaterra até os oito anos, quando a família retornou a Madrid. Iniciou a carreira artística nos anos oitenta. Sua última exposição foi no Museu de Arte Moderna de Buenos Aires. Antes disso, esteve em Bucareste. Depois do Brasil, Ciria WINDOWS seguirá para outros países da América Latina: Uruguai, Colômbia, Peru e México.

Segundo o site do MAM argentino, “Ciria conseguiu se consolidar nos anos 90 e início do novo século como um artista imprescindível. Sua extraordinária capacidade de abordar novos desafios, sua atitude frente a um pintor de investigação aberta a todo tipo de experimentação, a partir de uma plataforma conceitual perfeitamente estruturada, rica e poliédrica colocaram seu nome entre os artistas mais influentes da sua geração em nível internacional. A estranha complexidade – por sua fartura, sua iconografia, sua resolução compositiva – das obras presentes na exposição requer algo mais que uma mera contemplação: a obra atual de Ciria se converte em uma espécie de campo minado, no qual é inevitável que explodam reflexões acerca da própria vigência da pintura e sobre a pertinência de uma produção pictórica assentada em uma solidez conceitual que normalmente se considera própria de outros meios”.

O Memorial e o IVAM lançarão um catálogo alinhavando a carreira de Ciria, especialmente na fase novaiorquina (a partir de 2005), objeto desta exposição. Um dos textos do livro é do crítico espanhol Carlos Delgado. Segundo ele, “durante os dois últimos anos, Ciria desenvolveu de maneira paralea dois projetos conceituais e plásticos diferentes. Por um lado, estão as obras que integram a série “Memória Abstracta”, que ilustram os novos níveis que o artista alcança em sua reflexão sobre os possíveis enlaces entre gesto e ordem (…). De maneira paralela a esta série meramente abstrata, o artista aprofunda seu peculiar conceito figurativo por meio da série “Cabezas de Rorschach III”. Nela,  o artista aposta em uma pintura figurativa, isenta de matizes abstraizantes, que dificultam uma leitura referencial, mas definitivamente fora do naturalismo”.

A Galeria Marta Traba oferece aos visitantes uma ação educativa dividida em três oficinas: “Self”, “Câmera humana” e “Espelho auto-retrato”. Grupos que visitam o Memorial ou mesmo individualmente podem participar sem custos. O objetivo é fazer a mediação entre o público e as obras. Clique aqui para saber mais. Informações pelo e-mail: educativomartatraba@gmail.com.

Serviço:
Mostra Internacional CIRIA WINDOWS
Abertura: 8 de fevereiro de 2014, 11h
Período: 9 de fevereiro a 8 de março
De terça a domingo, das 9h às 18h
Galeria Marta Traba – Memorial da América Latina
Metrô Barra Funda
Entrada Gratuita
Acesso pelos portões 1, 2 e 5
Estacionamento (Portão 4): 5 R$/6h. Após, 2 reais/hora

Arquivo Agenda
Sem respostas para “Pintor espanhol apresenta seu expressionismo. Sábado.”

Comente