15 a 17.11 – Flink Sampa 2013 – Festa do Conhecimento , Literatura e Cultura Negra

0

O festival cultural apresenta a nova produção cultural do negro brasileiro e promove a interação multirracial. Organizado pela ONG Afrobras e pela Faculdade Zumbi dos Palmares. Grátis. Programação Completa: www. memorial.org.br

Programa:

Dia 15 – 9h às 11h30 – Auditório Simón Bolívar

Abertura e conferência: “Refletindo a primeira década do século XXI: Caminhos trilhados e perspectivas para a Pesquisa Científica no Brasil”.

De 15 a 17 – 9h às 17h – Anexo dos Congressistas

Encontros promovidos pelo Observatório da População Negra, da Faculdade Zumbi dos Palmares: seminários

10h às 20hPavilhão da Criatividade Darcy Ribeiro

Foco na Luz do Brasil

Exposição fotográfica de JC Santos e convidados.

Museu, Memória e a Cultura Afro Brasileira

Exposição fotográfica do Tribunal de Justiça.

Mostra de Cinema Negro Local: Cineclube Latino-Americano, no Pavilhão da Criatividade.

Programa:

Dia 15, às 13h.

Alva Paixão, de Maria Emília de Azevedo, 1994. Com Zezé Motta e Robson Benta.

Dia 15, às 15h.

Cruz e Souza: O Poeta do Deserto , de Sylvio Back. Reinvenção da vida, obra e morte do poeta catarinense Cruz e Sousa (1861-1898).

Dia 15, às 17h

Angola, documentário de Bárbara Veloso.

Dia 16, às 12h.

Raça, de Joelzito de Araújo e Megan Mylan. Documentário.

Dia 16, às 14h.

O Homem que virou suco, de João Batista de Andrade. O filme aborda a resistência de um poeta diante de uma sociedade opressora.

Dia 17, às 13h30.

Carolina Maria de Jesus, de Jeferson De. A história da autora de Quarto de Despejos.

Dia 17, às 15h.

Simonal – Niguém sabe o duro que dei, de Micael Langer, Calvito Leral e Claudio Manoel. A história de Wilson Simonal acusado de colaborar com a ditadura militar, teve de encerrar a carreira artística.

Festival da Literatura Negra

Biblioteca

De 15 a 17 – programação completa em www.memorial.org.br

Aborda vários temas: literatura )vida e obra de Cruz e Souza; Experiências escritas : Cidade de Deus, o livro, o filme; experiências escritas , Dia do brasil, Roda de capoeira e palestra . Tema: História da Capoeira e Expresão Corporal

De 15 a 17, das 10h às 20h

Exposição Olhar Negro Telas de Vera Rocha retratam o mundo afro Atividade s na lona de circo do Memorial Espa ço Afrokids –

De 15 a 17, das 12h às 20h

Contação de história, atividades recreativas e educacionais

Dia, 15, 18h

Desfile Pasarela Afro-brasileira E bate-papo criativo com a estilista Marisa Moura e convidados.

Dia 16, às 12h

Tema: Letras Negras

Dia 16, 14h

Tema: A literatura no Contexto da Diáspora Convidada: Paulina Chiziane, escritora moçambicana

Dia 16, às 17h

Mentes e Sonhos, Grupo Lareira. Texto e direção de Sérgio Mabombo.

Dia 16, às 17h

Tema: Jovens Autores Convidados: Escritores Renê Silva, Editor do jornal Voz da Comunidade e Ernesto Xavier

Dia 16, às 18h

Tema: Mídias Convidados: Dojival Vieira, Gestor da Agência de Notícias Afropress; Maurício Pestana, Editor da Revista Raça Brasil, Cartunista e Jornalista

Dia 17, às 12h

Balur Di Mindjer, do Grupo de Teatro do Oprimido (GTO). Direção: José Carlos Lopes Correia. A peça da Guiné Bissau. Atividades no Auditório Simón Bolivar Musical

Dia 16, às 17h

I have a dream, da Cia Musical Zumbi dos Palmares, direção: Michael Charles Santiago. A trajetória do líder Martin Luther King, suas lutas e conquistas.
Um dia com Jese Jackson

Dia 17, das 11h às 12h30

Dia 17, das 11h (horário da chegada)

Paseio Ciclístico

Em frente ao Auditório Simón Bolívar

Dia 17, às 20h

Troféu Raça Negra apresenta Tantas Palavras, homenagem a Emílio Santiago. Mulheres cantam Emílio: Margareth Menezes, Aurea Martins, Daúde, Flavia Santana e Leni Andrade.

 

 

 

Compartilhar.

Comentários encerrados.