Benito Juarez rege a Banda Sinfônica do Exército em seu décimo aniversário

jun 11, 2012 Sem comentários

Para comemorar seu décimo aniversário, a Banda Sinfônica do Exército brasileiro apresenta um concerto sob a regência do maestro Benito Juarez, no Auditório Simón Bolívar, no dia 26 de junho, com entrada franca.  A Banda Sinfônica do Exército foi criada em 25 de junho de 2002, em São Paulo, por iniciativa da Fundação Cultural Exército Brasileiro. Seu objetivo é difundir a música e a tradição cultural da Força Terrestre e assim estabelecer um elo artístico com a sociedade brasileira.

A Banda Sinfônica do Exército tem como fundador, diretor artístico-musical e regente titular o maestro Benito Juarez, que exerce as mesmas funções no Coral da Universidade de São Paulo desde 1967. O maestro Benito Juarez foi diretor artístico e regente titular da Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas durante 25 anos. Nessa cidade ele criou o Departamento de Música e a Orquestra Sinfônica da Unicamp, instituição na qual atuou como professor de regência do seu Instituto de Artes. Na Banda Sinfônica do Exército o maestro Benito Juarez pode dar continuidade ao desenvolvimento da sua didática musical e aprofundar e sofisticar uma cultura musical que já existia. O reconhecimento dessa trajetória veio com o prêmio “Melhor Projeto Musical Erudito de 2008”, conferido pela Associação Paulista dos Críticos de Arte (APCA).

A Banda Sinfônica do Exército é composta por músicos militares de carreira e temporários selecionados entre instrumentistas de todo território nacional. O regente auxiliar é o capitão R1 José Eduardo Leonardo e o spalla e regente assistente é o subtenente M/MUS José Roberto Fabiano. Atividades diversificadas envolvem tanto a totalidade dos músicos em formação sinfônica, quanto em grupos de música de câmera. Importantes teatros têm sido palco das apresentações da BSE em São Paulo, como o Teatro Municipal, Sala São Paulo, Auditório do Masp, Teatro São Pedro, Teatro Sergio Cardoso, Fundação Oscar Americano e Auditório Ibirapuera, além do Salão de Atos da Universidade Federal do Rio Grande do Sul e o Teatro da Orquestra Sinfônica de Porto Alegre, Teatro Pedro Calmon em Brasília, Teatro Positivo em Curitiba e Teatro da Universidade Federal de Mato Grosso em Cuiabá.

Nesses dez anos, a Banda Sinfônica do Exército realizou concertos com o Coral da Universidade de São Paulo, executando obras como Carmina Burana, de Carl Orff, Ode a Santa Cecília, de Handel, e Auto de Natal, com texto de Coelho Netto e música de Santana Gomes, Francisco Braga e Alberto Nepomuceno. Para a solenidade de Abertura da Bienal 2004, o compositor Amaral Vieira escreveu especialmente para a BSE uma obra sobre texto de Daisaku Ikeda. No VI Congresso dos Meninos Cantores do Brasil, realizado em Campinas em 2006, a BSE apresentou a Sinfonia dos Salmos, de Strawinsky, com a participação de coros nacionais e internacionais. Em 2008, destacaram-se concertos nas cidades de Porto Alegre e Curitiba, como parte das comemorações do Bicentenário do Marechal Osório. No mesmo ano participou do Festival Internacional de Inverno de Domingos Martins no Espírito Santo.

Em 2009, realizou vários concertos, destacando-se apresentações em Cuiabá-MT, Rondonópolis-MT, Rio de Janeiro-RJ, Tatuí-SP, Bragança Paulista-SP, Resende-RJ (Academia Militar de Agulhas Negras), Águas de Lindóia-SP. A BSE participou também do II Festival de Bandas na cidade de Serra Negra-SP e gravou uma edição especial do Programa “Prelúdio” da TV Cultura de São Paulo, apresentado pelo Maestro Júlio Medaglia. Em 2010, realizou concerto sinfônico no dia 24 de março, participando das Comemorações do Bicentenário do Brigadeiro Sampaio, Patrono da Arma de Infantaria, na cidade de Fortaleza-CE. Neste ano realizou um concerto especial no dia 15 de março, em homenagem ao Exmo Sr Comandante do Exército, General Enzo Martins Peri, onde foi-lhe apresentado o  Uniforme de Gala (1º B) confeccionado especialmente para os militares componentes da Banda Sinfônica do Exército. Participou das comemorações do Bicentenário da Academia Militar das Agulhas Negras (Resende-RJ), com a apresentação no dia 9 de abril, no Teatro Acadêmico. A BSE destacou-se também participando da Cerimônia de Abertura dos 5º Jogos Mundiais Militares, Rio2011, com a execução da trilha sonora de todo o espetáculo coreográfico, junto com dois grandes artistas brasileiros, Toquinho e Zizi Possi.

 

A Fundação

A Fundação Cultural Exército Brasileiro – FunCEB – foi criada em 1º de março de 2000. Entidade Civil, com personalidade jurídica de direito privado sem fins lucrativos, dispõe de autonomia administrativa, financeira e patrimonial. Uma das suas finalidades é desenvolver os projetos culturais de interesse do Exército e administrá-los, mediante captação de recursos. Sua atuação tem sido em torno da restauração de Fortes e Fortalezas, a manutenção do Patrimônio Artístico-Cultural do Exército, a Radio Verde-Oliva, a distribuição de informativos e periódicos e o Projeto Mecenas.
Dos vários projetos desenvolvidos durante seus 10 anos destacam-se: restauração de Fortaleza de Santa Cruz, modernização do Monumento Nacional aos Mortos da Segunda Guerra Mundial, Educação Ambiental para o Desenvolvimento Sustentável, Projeto Soldado-Cidadão. Revista DaCultura, Revitalização do Parque Histórico Nacional dos Guararapes, restauração da Igreja de Bom Jesus da Colina e, claro, a Banda Sinfônica do Exército. Atualmente, ela é presidida por Flávio Antônio Artur Oscar Alcides Corrêa, sendo o general de brigada Juarez Genial o seu gerente executivo.

Ficha técnica

Banda Sinfônica do Exército
Maestro Benito Juarez
DIRETOR ARTÍSTICO E REGENTE TITULAR

CEl R/1 Francisco Damião Trindade de Carvalho
DIRETOR EXECUTIVO

CAP R/1 José Eduardo Leonardo
REGENTE AUXILIAR

SUBTEN M/MUS José Roberto Fabiano
REGENTE ASSISTENTE

CB francisco das Chagas Santos Junior
SPALLA

 Músicos:

Clarinetes 2º Sgt CUSTÓDIO, 2º Sgt FERNANDES, 2º Sgt DAVID, 3º Sgt WESLEY,3º Sgt TELLES, 3º Sgt RIBEIRO, 3º Sgt RODOLFO, Cb FELÍCIO, Cb CESÁRIO,Cb SAULO, Cb JÚNIOR, Clarinete Pícolo 3º Sgt Nery, Clarone Baixo 2º SgtMARCOS, Flautas 2º Sgt ANDERSON, 3º Sgt MARÍLIA, 3º Sgt FILIPE, Oboés/Corninglês 3º Sgt GUTIERRE, 3º Sgt GABRIEL, 3º Sgt BRANCO, Fagotes 1º Sgt GILSON, 3º Sgt ANA PAULA, 3º Sgt NATÁLIA, Saxofones Altos 2º Sgt JACOB, 3º Sgt MARCELO, 3º Sgt BARROS, Saxofones Tenores  2º Sgt ELIAS, 3º Sgt RODRIGUES, Saxofone Barítono 2º Sgt ROGÉRIO, Trompetes 2º Sgt TOMAZ NETO, 2º Sgt BITTENCOURT,2º Sgt CERDEIRA, 3º Sgt POLIDO, 3º Sgt GERSON, 3º Sgt LOURENÇO, Trompas2º Sgt FERNANDES, 2º Sgt DOS ANJOS, 3º Sgt NATANAEL, 3º Sgt CARRETO,3º Sgt MEDEIROS, Trombones 2º Sgt DANIEL, 2º Sgt ROMILSON, 3º SgtARISTÓTELES, 3º Sgt EDSON COSTA, Trombone Baixo Cb ROBSON, Euphônios2º Sgt VALDEIR, 2º Sgt SOUZA, Tubas 3º Sgt BRUNNO,Cb CAMILO, Violoncelos 3º Sgt ALVES, Contrabaixos Acústicos 3º Sgt BELLUSCI, 3º Sgt HADASSAH, 3º Sgt KENNETH, 3º Sgt GOMES, Harpa:3º Sgt MYRIAM, Piano: 3º Sgt CREPALDI, 3º Sgt QUEROZ, Tímpanos 3º Sgt FROTA, Percussão 3º Sgt F COSTA, 3º Sgt ALEXANDRE, 3º Sgt LETZEL, Cb RICARDO, Cb PAULINO, Cb HONORATO, Administração Subten M/Mus LEMES, Arquivistas 2º Sgt DONIZETI, 2º Sgt EGÍDIO, Secretário 2º Sgt ENÉIAS, Auxiliar Cb Fredson, Montadores Sd BELLI, Sd WILLIAN SANTOS, Sd Da ANUNCIAÇÃO, Sd SAMUEL.

Serviço
Concerto da Banda Sinfônica do Exército
Regente: Maestro Benito Juarez
Dia 26 de junho, terça, às 20h
Auditório Simón Bolívar
ENTRADA FRANCA

 

Arquivo Notícias
Sem respostas para “Benito Juarez rege a Banda Sinfônica do Exército em seu décimo aniversário”

Responda