Circo-Teatro Paratodos apresenta o clássico “A Menina Virou”, no Memorial

mar 23, 2012 Sem comentários

Considerado um dos principais grupos brasileiros na arte do circo-teatro, a Cia Capadócia estreia no feriado de 25 de janeiro, a sua temporada de apresentações do Circo-Teatro Paratodos, em lona montada no Memorial da América Latina. Serão apresentados, até o dia 25 de março, dois espetáculos: “A Menina Virou” (com direção de Calixto de Inhamuns)  e o infantil “O Segredo da Janela” (com direção de Jairo Mattos).

  A lona do Circo Paratodos tem uma característica única e inovadora. Consiste em um circo de 12m x 22m, com estrutura metálica externa idealizada com o propósito de otimizar a visibilidade interna. O espaço, que tem capacidade para 200 pessoas, pode ser considerado o primeiro Circo do Brasil montado totalmente sem estacas, com uma estrutura auto-portante, que o torna ecologicamente correto, já que pode ser montado nos mais variados espaços e medidas sem que seja necessário quebrar ou furar o piso.

ESPETÁCULOS

A Menina Virou

  Nesse clássico espetáculo de circo-teatro, João Donda, um dos fundadores da Cia Capadócia, adaptou o texto com base em entrevistas com Benedito Sbano, o palhaço Picoly, e Sônia Gray, atriz do Circo Disparada (veteranos artistas do Circo-teatro brasileiro). A adaptação ganha um olhar e linguagem contemporâneos, reafirmando o compromisso com o humor, por meio de personagens absurdamente normais, situações patéticas, visual rebuscado. Tudo é amplificado, escancarado com o objetivo de provocar e manter o riso descompromissado, espontâneo e incoerente.

  Valente Capado é o prefeito de Perdição, cidade que se encontra as vésperas de inaugurar uma obra pública desproporcional: o Viaduto Norte-Sul. O prefeito articula um mega evento de inauguração da obra, com a tão sonhada presença de seu tutor maracutaieiro, o senador Alvarado. Para solenidade resolve contratar uma cozinheira internacional. Rosinha, filha de Valente, aproveita da situação e faz seu namorado ser contratado como cozinheiro. Uma denúncia anônima de desvio de verbas atrai para a pequena cidade uma jornalista misteriosa, que coloca o prefeito em maus lençóis. Alertado por seu secretário, Cheiroso, o prefeito descobre o namoro. Lindauro foge a pedido de Rosinha que, desesperada, pede ajuda da empregada Tica, que acaba por fazer um trato com o Demônio para solução de tudo. A confusão está armada. Uma sequência de equívocos e patacoadas acontece, para o deleite desta seleta família brasileira.

Ficha Técnica

Direção: Calixto de Inhamuns

Texto: João Donda

Direção Técnica: João Donda

Elenco:

Betto Rodrigues – Secretário Cheiroso

Wilson Vasconcelos – Prefeito Valente Capado

Bárbara Mello – Tica

Carolina Coelho – Rosinha

Cadu Flores – Lindauro

Marcelo Duarte – Frei Gram e Gramunhão

Grazyela Dias – Magda Bateforte

Duração: 70 minutos

Classificação: Livre (a partir de 03 anos)

Produção Executiva: João Donda e Wilson Vasconcelos

O Segredo da Janela (infantil)

Chiquinho e Marieta são dois artistas saltimbancos. Estão cansados e desiludidos, percorreram cidades e mais cidades, mas as ruas estão vazias de gente. A peça começa quando eles chegam a mais uma cidade, onde todas as janelas estão fechadas. Marieta sai para tentar descobrir o que está acontecendo. Sozinho, Chiquinho senta-se embaixo de uma janela e prepara-se para dormir, quando uma janela se abre e surge uma moça chamada Chicória, que começa a cantar.

  Chiquinho fica encantado e convida Chicória para entrar para a companhia, mas Marieta ouve a proposta e corta qualquer possibilidade de Chicória entrar para a trupe. Mas Chiquinho está irremediavelmente apaixonado e tenta contornar o impasse propondo que Chicória faça um teste. Marieta topa: se Chicória conseguir abrir uma única janela da cidade, as portas da companhia se abrirão para ela. Chicória fracassa, mas alega que, até o momento ninguém conseguiu abrir janela nenhuma. Marieta provocada em sua vaidade, tenta abrir uma janela e também fracassa. Marieta quer sair imediatamente da cidade, Chicória argumenta que eles não podem sair da cidade, afinal de contas, o trabalho do artista é abrir as janelas das casas e das pessoas. Chiquinho fica dividido, metade quer ir com Marieta, metade quer ficar com Chicória.

  Marieta parte e, na indecisão entre um caminho e outro, Chiquinho fica. Juntos, Chiquinho e Chicória correm de janela em janela para descobrir por que as janelas da cidade vivem fechadas. Juntos descobrirão uma antiga história de amor, que sempre se repete, entre a moça da janela e o palhaço do circo.

Ficha Técnica

Direção: Jairo Mattos

Texto: Jucca Rodrigues

Direção Técnica: João Donda

Elenco:

Cadu Flores – Chiquinho

Grazyela Dias – Marieta

Carolina Coelho – Chicória

Duração: 55 minutos

Classificação: Livre

Produção Executiva: João Donda e Wilson Vasconcelos

Serviço

Circo-Teatro Paratodos

Realização: Cia. Capadócia – Praça da Sombra

Período: 25 de janeiro a 25 de março

Quintas e sextas, às 20h30, sábados, às 16h e 20h30, domingos, às 16h e 19h30 Ingressos:R$ 20,00 e meia-entrada. Bilheteria: 1 hora antes do espetáculo

Informações: 3857.5386 – www.ciacapadocia.com

Destaque, Notícias
Sem respostas para “Circo-Teatro Paratodos apresenta o clássico “A Menina Virou”, no Memorial”

Responda